top of page

Bailarino, youtuber, LGBT e PCD, SIM!

Atualizado: 22 de nov. de 2023

Explore a inspiradora jornada de Icaro no mundo da dança: determinação, representatividade e amor pela arte.


Foto de Icaro no palco, ao lado a frase entre aspas "começou com a vontade de mostrar para o mundo e para pessoas com deficiência que todes podemos dançar e nos divertir".

 

Ele sempre gostou de dançar; assistia à videos musicais de divas pop, boysbands/girlbands na MTV, arriscando coreografias no quarto, por conta da timidez. Aos 23 anos, se dedicou a fazer teatro e dança vocacional, se encantou pela arte, e aos 24 anos começou a dançar profissionalmente em algumas companhias.


Embora os obstáculos fizessem parte do seu dia-a-dia, Icaro não desanimou. Em ônibus, ruas e até espaços culturais, a falta de acessibilidade se fez presente, mas sempre teve o apoio da família. Nós, do Vale, acreditamos que contar com pessoas que nos motivam e apoiam, é fundamental quando buscamos alcançar nossos objetivos.


Quando perguntado sobre representatividade, ele pensa ser mega importante ter pessoas que nos inspiram, porque nos fazem acreditar e nos incentivam a seguir em frente. “Pessoas com deficiência ainda são minoria, mas é muito bom ver que estamos nos mostrando para sociedade; estamos aqui e existimos!”, afirma o dançarino.


A música é seu maior hobby, se considera movido a ela. Também gosta muito de escrever. Seu sonho hoje em dia é se tornar um grande psicológico (está cursando o primeiro semestre de psicologia) e plantar a sementinha do bem na sociedade, ajudando e transformando.


Icaro tem um canal no YouTube, que começou devido a vontade de mostrar para o mundo e para pessoas com deficiência que todes podemos dançar e nos divertir. O canal está parado no momento por falta de equipamento, mas voltará em breve. Se você quiser conhecer um pouco do trabalho do Youtuber, é só acessar aqui.


A trajetória dele como PCD LGBT, tem sido muito mais confiante com o passar do tempo. “Estou em um nível de auto-conhecimento muito maior e melhor. Me aceitando e me gostando a cada dia. Isso é um exercício constante, e naturalmente reverbera na sociedade como um todo”, diz ele.


O conselho que Icaro deixa para pessoas com deficiência que querem trilhar o mesmo caminho é: acredite no seu potencial e siga em frente.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Autismo

Comments


bottom of page